terça-feira, setembro 29, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Volume de cargas cai 43,9% em todo Brasil

- Publicidade -

Desde o início das medidas de isolamento social, que visam impedir a proliferação do coronavírus, a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC & Logística) está monitorando o impacto causado no setor e o volume de cargas.

Os dados estão sendo apurados desde o dia 16 de março com empresas de vários tamanhos e segmentos de todo o Brasil ligadas à associação.

Leia também: Entidades pedem urgência em aprovação de auxílio para autônomos

volume de cargas

Nas últimas 4 semanas de acompanhamento, o número em porcentagem total chegou a 43,9% de queda no volume de cargas movimentadas.

Para cargas fracionadas, que contêm pequenos volumes, a queda chegou a 46,28%. Esse tipo de carga corresponde a entregas para pessoas físicas, distribuidores, lojas de rua e de shoppings, além de supermercados e outros estabelecimentos.

Já para cargas lotação ou fechadas, que ocupam toda a capacidade dos veículos, a pesquisa demonstra diminuição de 41,84%.

Os estados que apresentaram maior queda na variação são Bahia, com 55,8% de queda no volume de cargas, seguido do Mato Grosso do Sul com 55,7%, Pernambuco com 55% e Pará com 54,4%.

Segundo a NTC & Logística, outras 14 regiões também sofreram queda significativa.

 

Roubos e acidentes

roubo de cargas em sp

O volume de cargas nas estradas caiu, mas não foi só isso. O tráfego de veículos em si foi reduzido e, consequentemente, números relacionados a roubos e acidentes em rodovias federais também caíram.

Dados coletados Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontam que os roubos de carga caíram 19%, entre os dias 11 de março e 12 de abril deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado.

A queda no roubo a ônibus foi ainda maior: 49%, segundo a mesma comparação. O número de acidentes nas rodovias federais caiu 28%.

No caso dos acidentes graves, a redução foi de 23%. O número de óbitos no último mês caiu 7% em relação a 2019 e o de pessoas feridas nos acidentes registrou queda de 30%.

 

Por Pietra Alcântara com informações da NTC & Logística

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados