quinta-feira, abril 15, 2021

Voto na estrada vira projeto de lei

Você caminhoneiro, já deixou de votar por estar longe de casa? É difícil prever com antecedência se, naquele dia exato, o motorista estará ou não em sua cidade para votar. Se o voto na estrada fosse uma realidade, este problema poderia ser resolvido.

O Movimento Damas de Ferro e a União Nacional de Cristais e Caminhoneiros já fizeram até um abaixo-assinado para tentar viabilizar votação nas estradas para motoristas. Dessa vez, o assunto está sendo discutido pela Comissão de Constituição e Justiça no formato de projeto de lei.

O PL 5.598 aguarda apresentação de emendas. O texto permite que motoristas de transporte rodoviário votem em qualquer seção eleitoral do país e altera o Código Eleitoral, na Lei 4.737.

O senador do PDT-RO, Acir Gurgacz, autor da proposta, destaca que o voto é eletrônico e que as urnas podem ser alimentadas, sem dificuldade, com a relação de nomes e títulos eleitorais de todos os caminhoneiros em atividade.

Segundo ele, a possibilidade de fraude é próxima de zero e não há justificativa para restrição de um direito político fundamental para milhares de trabalhadores.

“É claro que essa contingência prejudica sobremaneira a participação eleitoral dessa categoria de trabalhadores e termina por afrontar um direito político fundamental de seus integrantes: o direito do voto, que carrega no seu bojo a participação no processo de escolha de todos os mandatários do país”, explica Gurgacz.

O projeto será analisado pela CCJ em decisão terminativa.

 

Adaptado de Agência Senado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados