Conforto na parte interna

Quando um ônibus chegava ao campo para atender as crianças da área rural, geralmente ele já estava em sua terceira vida. Tinha sido um veículo zero nas capitais. Uma vez que ficava velho para esse público, ia para as cidades do interior. Quando ficava velho para eles, só então chegava ao campo.

Essa realidade vem mudando com o programa Caminho da Escola, do governo federal, já que veículos específicos para esse tipo de transporte estão entre os adquiridos pelo projeto.

Um exemplo é o Gran Class 150S21. Apresentado pela Iveco agora em março e encaroçado pela Mascarello, ele é totalmente voltado para o mercado de ônibus escolares rurais. Por dentro, leva o conforto de um veículo novo, com bancos para três alunos com cinto de segurança, locais para guardar mochilas e até espaço para cadeiras de rodas, mirando também a inclusão social.

Ônibus escolar rural

Mas é por fora que se percebe a vocação “fora de estrada” dele. O balanço dianteiro foi reduzido, o que aumentou o ângulo de ataque. Nos ônibus comuns, o ângulo é de 7o , mas no Gran Class vai a 20o. Também foi testado em terrenos alagados e resiste a uma altura de água de até 44cm. O para-choque é escamoteável, prevenindo que o veículo fique preso em terrenos mais acidentados. Sua grande novidade é bloqueador de diferencial, para evitar que as rodas patinem e o veículo atole.

 

Outras características

 

Elevador para crianças com dificuldade de locomoção

Possui um motor N45, da FPT Industrial, com quatro cilindros em linha. O propulsor de 4,5 litros, com sistema SCR, atende as normas do Proconve-P7 e é capaz de gerar potência máxima de 206 cv. O torque chega a 720 Nm, já disponíveis na faixa de 1.350 a 2.100 rpm.

A transmissão utilizada é Eaton FS 5406A, manual, de seis marchas, com escalonamento compatível com as operações rurais e urbanas e ele conta com direção hidráulica, embreagem com acionamento hidráulico e dispositivo de bloqueio de ignição com marcha engatada.

O veículo, de 15 toneladas, possui ainda dispositivo inibidor de abertura da porta com o veículo em movimento, limitador de velocidade, câmera e sensores de ré e proteção nas janelas.

O Gran Glass pode transportar 48 crianças ou 42 + uma cadeira de rodas. Possui também elevadores para acesso, porta larga com dispositivo anti-esmagamento e saída de emergência.

 

Preços e usos

 

O ônibus pode ainda ser usado em outras atividades, como transporte de trabalhadores rurais ou turistas em terrenos não pavimentados.

O veículo com elevador foi licitado para o governo por R$ 239 mil. Segundo a montadora, para o mercado, o valor teria o acréscimo de 20% de impostos e do frete.

 

Por Paula Toco com informações da assessoria de imprensa

3 COMENTÁRIOS

  1. Trabalho com ônibus escolar, trabalhei com vários modelos, as montadoras e encarrocadoras esqueceram do motorista, nao tem conforto nenhum, alguns que já dirigi não traz regulagem do volante e nem bancos a ar, os comandos elétricos dão milhões de defeitos, e colocam milhões de sensores que dão muito problema, a realidade do dia a dia não é a pista de teste que eles testam os veículos. E sem falar que não tem ar condicionado, muita lataria esquenta demais, só deveria pensar em conforto de verdade.

    • amigo esses ônibus foi só mais um jeito que a corja do PT arranjou para tirar dinheiro dos cofres públicos,eles não pensaram no conforto dos motoristas e nem dos alunos,só não vê quem não quer.

  2. Parabéns aos homens e mulheres de boa vontade em solo Brasileiro, que Deus lhes Dê muita saúde e longos anos de vida, nossa Pátria sem educação, não vale nada em cima da terra, será dominada, passará fome e sede, será humilhada perante outras civilizações, concordo vamos todos à escola estudar, estudar e estudar sempre, Parabéns não importa se é PT mais eles foram os únicos que exibem amor pelos Brasileiros… E o Brasil… Sem o pobre não existe o rico…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here