terça-feira, outubro 27, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Acidente e morte de jogador reacendem discussão sobre problemas na BR 472

- Publicidade -

Um acidente ocorrido no último domingo, 14, reacendeu discussão sobre melhorias e falta de manutenção em trecho da BR 472, no Rio Grande do Sul.

Um ônibus que levava o Passo Fundo Futsal, time profissional da cidade de Passo Fundo, envolveu-se em um acidente no km 430,8 da BR 472, em Itaqui. Um dos jogadores, o ala Pablo Yago Radaeli, de 22 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O ônibus saía de Uruguaiana e voltava a Passo Fundo.

Segundo o Portal GaúchaZH, o prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, presidente da Associação dos Municípios da Fronteira Oeste, diz que já alertou o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) sobre os problemas, mas que nada foi feito até o momento.

De acordo com Bonotto, a rodovia está em estado precário, com problemas estruturais como ondulações e declives consideráveis.

Em relatório apresentado em seu próprio site, o Dnit diz que parte do trecho da BR 472 entre os kms 409 e 658 está com alerta vermelho, ou seja, exige “cuidado” de trafegabilidade.

Ao serem questionados sobre as condições da BR 472, o Dnit respondeu em nota que “vem realizando manutenções ao longo da rodovia e de acordo com as condições climáticas”.

Adaptado de GaúchaZH

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados