domingo, setembro 20, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

6 boas práticas no transporte em época de coronavírus

- Publicidade -

A pandemia está instalada e a ordem é ficar em casa. No entanto, essa ordem não vale para todo mundo. Profissionais da saúde, policiais, bombeiros, caminhoneiros, quem trabalha em fábricas de alimentos e medicamentos… são muitas as atividades que não podem parar e é muito importante valorizar o trabalho deles. No caso dos caminhoneiros, que já enfrentam muito desrespeito no seu dia a dia, é importante fazer o possível para diminuir a exposição desses profissionais e facilitar a vida deles durante a crise do coronavírus. Todos podem fazer a sua parte adotando boas práticas no transporte em época de coronavírus.

E como você e sua empresa podem ajudar? Veja nos itens abaixo:

 

1 – Caso sua empresa vá fazer quarentena, avise aos fornecedores

transporte em época de coronavírus

Não são poucos os relatos de motoristas que chegam na porta da empresa e não encontram ninguém para receber a mercadoria. Aí, o motorista não sabe o que fazer com a carga, não tem um local para usar o banheiro e se alimentar e ainda fica com o abacaxi de resolver o problema da carga e do frete.

Por isso, antes de dispensar todos os funcionários e fazer quarentena, avise aos fornecedores para que não mandem carregamentos.

 

2 – Tenha banheiros limpos para uso deles

empresas impedem motoristas de tomar banho
Em época que se pede um aumento da higiene pessoal para frear o vírus, empresas impedem motoristas de tomar banho

Muitas empresas estão evitando a circulação de pessoas em seus pátios e diminuindo a quantidade de funcionários, mas isso não justifica trancar banheiros nem parar com a limpeza deles. Exatamente por circularem muito, garantindo o abastecimento do País, os caminhoneiros precisam mais do que nunca de locais para fazer sua higiene e esses locais precisam estar limpos, para garantir a saúde deles e das pessoas com as quais eles entram em contato durante cargas e descargas.

Essa medida deve ser adotada por embarcadores, transportadoras, postos fiscais, portos, balanças e qualquer outro local que receba caminhoneiros.

O que diz o caminhoneiro:

Leandro Delgrande Pra começar, ter banheiro mais limpos

Jonathas Siqueira Locais com o mínimo é assistência e higiene adequados pelo menos!!!!

 

3 – Disponibilize água limpa, sabão e álcool-gel

Ter local para que eles lavem as mãos é o melhor para garantir as boas práticas no transporte em época de coronavírus
Ter local para que eles lavem as mãos é o melhor para garantir as boas práticas no transporte em época de coronavírus

Lavar a mão é, sabidamente, a melhor prevenção contra o vírus, então facilite essa tarefa. Tenha sempre torneiras com água limpa e sabão disponíveis para uso dos motoristas. Tenha também álcool-gel espalhado pela empresa para uso nos momentos em que não é possível lavar as mãos. Forneça água para que os estradeiros encham os corotes dos caminhões.

Aos empregadores e transportadores, forneça uma embalagem de álcool-gel para que seus motoristas tenham sempre com eles na cabine. Aos caminhoneiros, é importante manter o corote sempre cheio para evitar contratempos onde não houver água limpa.

O que diz o caminhoneiro:

Carlos Pereira Neste momento, os postos de serviço e as empresas de logísticas poderiam manter a limpeza necessária nos banheiros e principalmente disponibilizar sabonete para a limpeza das mãos, o álcool em gel já seria pedir muito.

Lucas Ferreira Campos Acho que, na minha opinião, cada Estradeiro teria que ter seu algo gel 70% na cabine do seu possante 😃👍☑️🚛

Simone De Cassia Não esquecer de deixar o corote cheio e lavar as mãos mais que o habitual. Eu carrego um borrifador com álcool e lisoform. Usamos banheiros que só Jesus na causa, é coisa que eu já fazia, mas acho válido pro pessoal do trecho

 

4 – Sempre que possível, forneça alimentos

restaurantes proíbem caminhoneiros
Impedir que motoristas se alimentem e higienizem-se vai contra as boas práticas do transporte em época de coronavírus

Com o fechamento dos comércios, está mais difícil para o motorista se alimentar no caminho. Muitos não têm caixa-cozinha, então é importante certificar-se que o motorista tem como se alimentar. Alguns postos têm fechado os restaurantes, mas têm mantido as marmitas. Já em outros locais, o motorista não encontra nada, por isso, ajude neste momento.

O que diz o caminhoneiro:

Wagner J Lemos C Péppe Os restaurantes irão fechar, os caminhões têm que rodar!!!
E os caminhoneiros que não podem ter caixa de cozinha, irão comer onde????

 

5 – Evite criar aglomerações de motoristas

Muitas empresas diminuíram o número de funcionários e com isso são menos atendentes para receber motoristas, organizar filas e cargas, aí, muitas vezes o caos se instala e os motoristas ficam parados exatamente naquilo que é proibido, filas e multidões.

Organize seu pátio, tenha funcionários em número suficiente para recebê-los, não crie filas gigantescas nem aglomerações de motoristas.

O que diz o caminhoneiro:

Adriano Piovesan Melhorar atendimento nos postos fiscais usando mais agentes e intensificar a fiscalização dos lugares onde se utilizam banheiros coletivos e chuveiros. Tendo atenção e foco na higiene do serviço. Além de vários postos de atendimento nas BRs para atender a parte de saúde identificando possíveis portadores.

Jamir Pires Infelizmente, estamos suscetíveis a levar esse vírus pra várias pessoas, pois ficamos em filas pra marcar o carregamento e a descarga

Palmiro Calocini JR Qra Meninão Da uma chegada aqui no Ecopatio em Cubatão. Não simplificam em nada a entrega e retirada da nota. Tem que ir todo mundo se aglomerar pra fazer o que 2 funcionários fariam pra não aglomerar os motoristas. Era só entregar a nota na portaria de entrada e pagar e retirar na portaria da saída

 

6 – Trate-os com respeito

Nem deveria ser necessário falar, mas tem gente que esquece que por trás do volante tem um ser humano. E um que está se expondo indo de lá pra cá garantindo o abastecimento de supermercados, farmácias, hospitais, etc. Então, faça o seu melhor para tornar esse momento mais agradável para todos os profissionais que não podem parar.

O que diz o caminhoneiro:

Pato De Borracha Freitas Acho que o governo tinha que nos ver como transportadores não só de cargas, mas agora, infelizmente, também desse vírus. Deviam montar tipo aqueles carros do Sesi nos postos fiscais de barreira dos estados examinando os motoristas, verificando temperatura, distribuindo máscaras e álcool ou vendendo mesmo e orientando .

Jonielson Calandrini Somos a banda q não para de tocar, mas se a educação e gentileza melhorarem, para nós, já ajuda muito.

E se você tem outras ideias de ações simples que ajudam o dia a dia do motorista nesse momento? Mande pra gente as suas sugestões de boas práticas no transporte em época de coronavírus.

O espaço está aberto para que as empresas onde as fotos foram tiradas possam se manifestar.

 

Por Paula Toco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados