terça-feira, julho 27, 2021

Começa a valer novo aumento no preço dos combustíveis

A partir desta sexta-feira, 19, os preços do óleo diesel e da gasolina sofrem um novo reajuste nas refinarias. O litro do diesel teve um aumento de 15,2% e passa a custar R$2,58, enquanto o litro da gasolina subiu 10%, indo a R$2,48. O aumento no preço dos combustíveis fez com que o diesel tivesse o seu terceiro reajuste somente em 2021. A gasolina sofre a sua quarta alta no ano. 

Em comunicado à imprensa, a Petrobras explicou que os reajustes são feitos para alinhar os preços com o mercado internacional e acompanhar a oscilação do dólar. Segundo a companhia, “o preço repassado aos consumidores é acrescido de tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis, além das margens brutas das companhias distribuidoras e dos postos revendedores de combustíveis”. As informações são da CNN.

Segundo o site AutoEsporte, da Globo, houve um aumento de 27,72% no preço do diesel e de 34,78% no valor da gasolina se comparado o mês de fevereiro com os valores dos combustíveis em dezembro do ano passado.

aumento no preco dos combustiveis

Caminhoneiros

O constante aumento do preço do óleo diesel foi uma das principais reivindicações de caminhoneiros que ameaçaram fazer uma greve em 1º de fevereiro. O combustível é utilizado no frete e quando há aumento, o frete não acompanha e acaba inflacionando as demais despesas do motorista.

Veja também: Aumento do diesel x Valor do frete

O novo reajuste gerou reclamação do setor. O presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim, conhecido como Chorão, cobrou a promessa feita pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, de reduzir impostos para a categoria:

“Onde está a palavra do Governo Federal que na pessoa do Presidente da República sinalizou a diminuição dos impostos federais dos combustíveis e vamos para o quarto aumento consecutivo em menos de trinta dias se mantendo inerte e nada fez de concreto até o presente momento”, diz a nota assinada pelo presidente da entidade.

Logo após o anúncio do aumento, em live semanal realizada nessa quinta-feira, 18, nas suas redes sociais, Bolsonaro disse que vai zerar o imposto federal do diesel temporariamente por dois meses, começando a partir de 1º de março. Os impostos federais que incidem sobre o diesel são PIS, Cofins e Cide.

 

Por Wellington Nascimento

 

 

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados