segunda-feira, agosto 10, 2020
- Publicidade -

Detran-DF utiliza drones para registrar infrações de trânsito

- Publicidade -

O futuro já chegou! Uma prova disso é a utilização de drones para registrar infrações de trânsito, ação promovida pelo Detran-DF. Não dar seta ao mudar de direção, usar o celular ao volante e não usar o cinto de segurança lideram o ranking das infrações registradas pelos drones.

Veja também: 4 infrações mais comuns no trânsito.

monitoramento_de_rodovias_usando_drones

Dois equipamentos vêm sendo utilizados desde dezembro de 2017. Em um mês, os drones flagraram 382 condutas que contrariam o CTB: 132 foram casos em que os condutores não deram a seta para mudar de direção; em 90, os motoristas usavam celular enquanto dirigiam; e em 70, o problema foi a falta do uso do cinto de segurança.

O restante das infrações constatadas foram desrespeito à faixa de pedestres, avanço de sinal vermelho e troca de condutor ou evasão de blitz, que ocorreram próximo a pontos onde havia fiscalização dos agentes de trânsito.

 

Uso de drones nas operações

Conforme o Detran-DF, os equipamentos estão cadastrados pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e são utilizados para dar apoio às operações de fiscalização de trânsito, gerar relatórios de pontos críticos de fluidez, como forma de subsidiar operações futuras e contribuir para a elaboração de soluções de engenharia de tráfego.

Por enquanto, os motoristas flagrados por meio de drones não serão multados.

Confira ainda: Novos valores para multas a partir de 2018 – mito ou verdade?

O Detran esclarece que a proposta inicial é apenas educar. Mas a aplicação da penalidade deverá ser implementada no futuro. Antes, o Departamento de Trânsito diz que instalará placas de videomonitoramento a fim de dar “o máximo de transparência” ao procedimento.

 

Adaptado de CNT Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados