sábado, outubro 31, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Licenciamento antecipado aumenta para 12,3% no primeiro bimestre.

- Publicidade -

A preferência ao licenciamento antecipado cresceu para 12,3% nos meses de janeiro e fevereiro no Estado de São Paulo, em relação ao mesmo período de 2018, segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran SP).

Veja também: Cuidado com os falsos aplicativos para CNH digital

licenciamento

Ao todo, 2,5 milhões de donos de veículos optaram por pagar o licenciamento junto com o Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) e outros débitos, e se livrar dos compromissos no ano. Em 2018, esse número foi de 2,3 milhões de pagamentos.

O licenciamento antecipado é oferecido todos os anos pelo Detran SP como forma de facilitar os pagamentos pelos motoristas, e pode ser feito até o dia 31 de março nos bancos, caixas eletrônicos, internet banking ou lotéricas. Basta usar o número do Renavam do veículo.

O valor é de R$ 90,20 para todos os tipos de veículos. Todos os débitos – IPVA, DPVAT, multas – devem estar quitados antes. A entrega do novo documento do veículo só é feita pelos Correios. O endereço de entrega deve estar atualizado no Detran SP. A taxa é de R$ 11,00.

Quem optar pelo pagamento a partir de abril, pode seguir o calendário anual ou então pagar antecipadamente. A vantagem é que o documento poderá ser enviado pelos Correios ou retirado em qualquer unidade do Detran SP ou posto Poupatempo.

licenciamento_calendario_caminhao
Imagem: Detran SP
licenciamento_calendarios_veiculos
Imagem: Detran SP

Para o licenciamento pelo calendário, a regra é a mesma: todos os débitos do veículo, incluindo IPVA, seguro obrigatório e multas, devem estar quitados. Caso contrário, o documento não é emitido. Para retirada, é preciso apresentar um documento pessoal com foto.

O motorista que deixar de pagar o licenciamento ficará com o veículo irregular e não poderá rodar até que esteja com os débitos regularizados.

Caso for flagrado pela fiscalização, o motorista será autuado em infração gravíssima, tendo 7 pontos na carteira. O valor da multa é de R$ 293,47 e o veículo será removido para o pátio.

Ao todo, o Estado de São Paulo tem cerca de 30 milhões de veículos registrados. Só na Capital são 8,8 milhões.

Leia também: Vendas de caminhões e ônibus têm novo crescimento em fevereiro

 

Adaptado de Assessoria Detran SP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados