sábado, setembro 25, 2021

Local de desmanche de caminhões roubados é descoberto pela PRF em Taubaté (SP)

Nessa quinta-feira, 29, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) descobriu um local que realizava desmanche de caminhões roubados às margens da rodovia Presidente Dutra, no município de Taubaté (SP).

As equipes da PRF realizavam patrulhamento na altura do km 113, sentido RJ, quando identificaram um sinal de alerta de bloqueador de sinais de telecomunicações perto da rodovia. O sinal de bloqueio atingiu o nível máximo em um galpão situado na Avenida Bandeirantes, bairro Independência, em Taubaté.

Diante da suspeita do local estar sendo utilizado para desmanche de veículos roubados, as equipes entraram no galpão e descobriram um caminhão trator parcialmente desmontado. O veículo foi posteriormente identificado como sendo um Scania P360, cor branca e com placas de Santa Catarina. 

Desmanche de caminhão roubado em Taubaté, São Paulo
Imagem: PRF/Divulgação

Segundo a PRF, o caminhão havia sido roubado nessa mesma data em Pindamonhangaba (SP), juntamente com um semirreboque carregado com estrutura de portas, cuja carga foi avaliada em cerca de R$ 215 mil. Porém, o semirreboque e a carga não foram localizados.

Local do desmanche e fuga dos ladrões

De acordo com a PRF, o local possuía monitoramento por câmeras e houve indícios de que as pessoas que trabalhavam no desmonte fugiram ao perceberem a chegada da Polícia Federal.

Os policiais também encontraram diversas ferramentas como maçarico, empilhadeira, além de dois bloqueadores de sinal de telecomunicações conhecidos como “jammer”, assim como outro objetos que auxiliavam no desmanche dos caminhões.

Local do desmanche de caminhões roubados em Taubaté, São Paulo
Galpão onde era realizado o desmanche de caminhões em Taubaté (SP) – Imagem: PRF/Divulgação

O motorista do caminhão roubado, que estava desaparecido, foi localizado no Posto da Rodoviária Federal do KM 060 da rodovia Airton Senna. Ele compareceu no plantão policial de Taubaté (SP), onde a ocorrência estava sendo apresentada. Ninguém foi preso.

Pena de reclusão para comércio de peças roubadas

Infelizmente, o desmanche de automóveis, motocicletas ou caminhões roubados acontece com frequência e alimenta o comércio clandestino das peças do veículo. A prática do desmanche é considerada crime tanto para quem vende, quanto para quem compra as peças.

O crime é o de receptação, previsto no artigo 180, do Código Penal, que prevê pena de reclusão de 1 a 4 anos, além de uma multa ao comprador. Para quem comercializa as peças roubadas do veículo, a pena é ainda maior, com reclusão de 3 a 8 anos e multa por receptação qualificada.

Veja também: Saque de carga de caminhões tombados também é crime

Como faço para denunciar um local de desmanche de veículos?

Se você identificar um local que levante suspeitas de práticas de desmanche de veículos, ligue para o Disque Denúncia de seu estado. Confira os números de telefone de cada estado clicando aqui.

O informante não precisa se identificar e sua ligação será mantida em sigilo absoluto. O Disque Denúncia recebe todo tipo de informação sobre crimes, tais como desmanche de veículos, assalto, tráfico de drogas, arrombamento, porte ilegal de armas, sequestro, atividade ilícitas, foragidos ou procurados pela Polícia.

 

Por Wellington Nascimento com informações da Polícia Rodoviária Federal

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados