No Ceará, o preço dos combustíveis tem caído nos postos. Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Ceará (Sindipostos), dois fatores explicam o ocorrido: o preço na refinaria e a queda na demanda, causada pelas medidas de isolamento que visam impedir a proliferação do coronavírus no Ceará. A Petrobras anunciou em março a queda dos combustíveis: o litro da gasolina, em 12%, do diesel, em 7,5% e do gás de cozinha (GLP), em 5%.

Leia também: Como medida de proteção, governo da Bahia limita transporte no estado

Além dos motoristas sentirem o efeito ao abastecer no posto, a queda também impacta o frete e, consequentemente, o preço dos alimentos.

No Ceará, o preço do litro do diesel S 10 está sendo comercializado, em média, por R$ 2,80. Há dois meses, era R$ 3,80. Com isso, o valor para frete oferecido é reduzido, o que também reflete no produto final.

Nas prateleiras dos supermercados, a redução deve ocorrer nas próximas semanas quando os estoques foram renovados. As informações são do Diário do Nordeste.

 

Redução gradual

Em algumas cidades cearenses, porém, a queda dos combustíveis ainda não chegou. Donos de postos alegam que só vão repassar o desconto ao consumidor quando o estoque antigo, comprado ao preço velho, for esgotado. É assim em Banabuiú, no Sertão Central, por exemplo.

 

Adaptado de Diário do Nordeste

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here