O Banco do Brasil, e o Bradesco, por meio da Alelo, empresa subsidiária do Grupo Elo, acabam de lançar a Veloe, uma nova solução para pedagiamento eletrônico e meios de pagamento para mobilidade urbana. A marca será concorrente de serviços como Sem Parar e ConectCar e possui a meta de alcançar 1,5 milhão de clientes até 2020.

Desde o início do ano, os pedágios são obrigados a emitir nota fiscal. Mas a nota é emitida na hora? Clique para assistir o vídeo.

veloe
Segundo a Veloe, o Brasil possui 64 rodovias pedagiadas. | Imagem: A Tarde

A Veloe pretende, no futuro, abranger todo o mercado de pagamentos eletrônicos, o que não se resume aos pedágios. A marca quer atender tudo o que envolva integração e conectividade entre pagamento e serviços que vão desde estacionamentos, abastecimento em postos de combustível, pagamento em restaurantes, entre outros.

Segundo Raul Moreira, presidente da Alelo, já no fim de 2018 a Veloe passará a trabalhar também com fretes de empresas, o que inclui veículos pesados. A marca já foi homologada pela ANTT e Artesp.

Atualmente o serviço está disponível apenas para clientes convidados, mas será disponibilizado para o público em geral a partir de julho deste ano. No momento, apenas as rodovias pedagiadas do Rio de Janeiro e São Paulo aceitarão o serviço de pagamento eletrônico de pedágios.

veloe

Como meta, a Veloe pretende abranger 52 das 64 rodovias pedagiadas de todo o país até o fim de 2018, além de estar incluída nos serviços de estacionamento dos principais shoppings.

 

Como vai funcionar?

O serviço poderá ser usado tanto por empresas e caminhoneiros autônomos, que abrirão suas contas a partir do CNPJ, quanto por pessoas físicas, por meio do CPF. Clientes dos bancos Bradesco e Banco do Brasil terão acesso a condições especiais para utilização do serviço de pagamento eletrônico.

O atendimento será feito por meio do aplicativo da empresa, pelo portal ou por telefone. O cliente poderá retirar seu TAG para pagamento eletrônico nos postos físicos de atendimento da Veloe ou encomendá-lo pelo aplicativo e recebê-lo pelo correio.

Veja também: Tarifas de pedágio são reduzidas na BR 050.

 

E você, o que acha dessa novidade?

 

Por Pietra Alcântara

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here