Quem roda todo dia no trecho sabe que manter a paciência em determinadas situações é fundamental para evitar conflitos e transtornos na rodovia. Mas existe um segredo para se ter paz ao volante? No mês em que é celebrado o Dia Nacional da Paz no Trânsito, a Rota do Oeste reforça aos motoristas a importância de ações simples durante os trajetos na via.

Veja também: Ultrapassagem perigosa – caminhoneiro registra manobra de ônibus em rodovia

paz_ao_volante
O respeito às leis de trânsito e a cordialidade são fundamentais para se ter paz ao volante e no trânsito.

Em Mato Grosso, o trecho sob concessão da BR 163 é de 850,9 km, partindo de Itiquira, na divisa com o Mato Grosso do Sul, até Sinop, no norte do Estado. Neste trajeto, o usuário se depara em alguns pontos com os chamados “gargalos de tráfego”, que são trechos da rodovia com fluxo intenso de veículos.

Além dos ‘’gargalos” na rodovia, o usuário deve ficar em alerta ao passar pelas travessias urbanas. Na região norte, cidades como Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso e Sinop contam com vias próximas à rodovia, fazendo com que caminhoneiros profissionais, motoristas comuns, motociclistas e pedestres ocupem o mesmo espaço no trânsito.

Veja também: 4 infrações mais comuns no trânsito.

 

Confira dicas para garantir um pouco mais de paz ao volante:

paz_ao_volante

  1. Respeite as regras de trânsito: pode parecer clichê, mas desrespeitar as leis de trânsito influencia e muito a paz na rodovia. Isto porque para o condutor que dirige corretamente, a atitude inadequada de outro condutor pode levar a discussões e brigas na pista;
  2. Não revide: ao se deparar com algum motorista mais “nervosinho”, nada de xingar de volta ou aumentar o tom de voz. Mantenha a calma e siga seu trajeto sem dar ouvidos às provocações;
  3. Programe a viagem: uma das situações que mais irritam motoristas é se deparar com trechos da rodovia parados devido a obras. Por isso, consulte antes as condições do tráfego e refaça o trajeto, se possível. Ligue 0800 065 0163 ou acesse o site e Twitter da Concessionária;
  4. Faça paradas: ao longo da BR-163, a Rota do Oeste oferece 18 bases de atendimento ao usuário (SAU), que podem ser utilizadas como pontos de parada do usuário durante a viagem. Este descanso é fundamental para manter corpo e mente mais relaxados;
  5. Mantenha distância no pedágio: evite ficar muito próximo ao veículo da frente na fila de pedágio. Se por algum motivo, ele tiver que dar ré para deixar o local, é melhor que tenha espaço suficiente para evitar uma discussão.

 

Adaptado de Assessoria Rota do Oeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here