quarta-feira, outubro 28, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Placa Mercosul desbotada, o que fazer?

- Publicidade -

Desde 31 de janeiro deste ano, as placas Mercosul são obrigatórias em todo o Brasil para emplacamento de veículos novos ou mudança de placa por outros motivos, como venda ou mudança de estado. Você tem visto alguma placa Mercosul desbotada por aí no trecho?

Leia também: Frente parlamentar quer fiscalizar obras não entregues no PR

placa mercosul desbotada
Placa Mercosul desbotada, o que fazer?

Quem já está usando as novas placas tem reclamado sobre a qualidade delas. Recebemos relatos de estradeiros que tiveram suas placas desbotadas em pouco tempo, além de terem percebido que eram muito frágeis. O problema traz gastos e até risco de multa pela placa pouco visível.

Rodar com a placa ilegível é infração gravíssima, rende 7 pontos no prontuário, multa de R$293,47 e retenção do veículo. Ou seja, não dá para ficar com a placa Mercosul desbotada no bruto.

Questionamos o Ministério da Infraestrutura, responsável pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), sobre o assunto, que respondeu que a placa “deve ser confeccionada em alumínio não galvanizado na espessura de 1 mm, mesmo material já admitido para a placa nacional (placa cinza anterior)”. Também disseram que as placas passam por uma série de testes e ensaios que certificam sua qualidade, feitos pelo próprio fabricante.

Outra reclamação que recebemos é que a placa Mercosul é muito menos refletiva que o modelo anterior, dificultando a leitura, principalmente de noite. Sobre isso, o Ministério da Infraestrutura respondeu que foram determinados requisitos mínimos para o material usado para a retrorrefletividade da placa, de modo a possibilitar “maior concorrência de mercado e, consequentemente, menor custo à população”.

O ministério também reforça que “as especificações apresentadas na Resolução Contran nº 780/2019 não limitaram a película [usada na placa] a uma determinada tecnologia (esférica ou prismática)”.

 

Reclamações

Quando questionados sobre as reclamações recebidas, o Denatran afirmou que “não recebeu, até o momento, nenhuma reclamação formal sobre danos ou falhas nas novas placas”.

Ainda assim, defenderam que é importante que qualquer defeito ou desvio observado nas placas seja denunciado ao Denatran para avaliação e devidas providências.

Para análise técnica apurada sobre o controle de qualidade, é necessária a formalização da denúncia ou reclamação por meio dos canais oficiais da Ouvidoria do MInfra, pelo telefone (61) 2029.8090, e-mail  ouvidoria@infraestrutura.gov.br ou WhatsApp (61) 99965-2358. O cidadão deve relatar a situação e identificar o fabricante da placa para melhor avaliação do departamento.

Falamos sobre esse assunto lá no Pé na Estrada, no SBT. Assista e confira mais sobre placa Mercosul desbotada:

 

Por Pietra Alcântara

1 COMENTÁRIO

  1. Em questão da placa desbotar eu mandei envernizar a placa com verniz automotivo,aí acaba o problema de desbotagem da placa!Daniel Schreiber Município de Laranja da Terra Estado E.S. (27) 99988-4687

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados