quinta-feira, dezembro 3, 2020

PRF flagra carreta com R$ 2 mi em cigarro contrabandeado

No último domingo, 17, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de 500 mil carteiras de cigarro contrabandeado em um contêiner em Terra Roxa, na região de Guaíra, oeste do Paraná.

O valor de mercado da carga, que veio do Paraguai, ultrapassa R$ 2,5 milhões.

Leia também: Novo rodízio é cancelado e rodízio tradicional volta em São Paulo

cigarro contrabandeado
PRF flagra carreta com R$ 2 mi em cigarro contrabandeado.

O contêiner era transportado por uma carreta, cujo motorista foi abordado por volta das 8h30 da manhã, na BR 272. O homem fazia uma operação de retorno em local proibido e, por isso, foi abordado.

Ele apresentou documentos com indícios de falsificação, o que aumentou a suspeita dos policiais que. Ao abrirem o contêiner, encontraram a carga ilícita de cigarro contrabandeado. O caminhão também tinha placas falsas.

A PRF encaminhou a ocorrência para as unidades da Polícia Federal e da Receita Federal em Guaíra.

O homem preso, de 47 anos de idade e morador de Toledo, responderá pelos crimes de contrabando e uso de documento falso.

 

Cigarro contrabandeado e CNH cassada

A lei determina que o condutor de veículo que for utilizado para a prática de receptação, descaminho e contrabando, caso seja condenado por um desses crimes em decisão judicial, terá sua CNH cassada ou será proibido de obter a habilitação para dirigir pelo prazo máximo de cinco anos.

A lei, que foi sancionada no início de 2019, visa impor ao motorista a responsabilidade de se certificar se a carga é ilícita, sob o risco de ter sua carteira de motorista cassada e ficar impossibilitado de trabalhar.

 

Adaptado de PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados