A família Sprinter 2017 chega com algumas novidades. A principal delas é o assistente de vento lateral. O sistema aciona os freios do lado que recebe fortes rajadas de ventos e mantém o veículo na trajetória, sem a intervenção do motorista. É, portanto, um importante reforço no pacote de segurança do modelo. Fora isso, nada de mais radical, além de mudanças sutis em conforto, como bancos maiores, e design, com novos para-lamas, grade central, capô do motor e faróis. A iluminação agora conta com a luz diurna para atender a nova legislação do uso de faróis baixos acesos durante o dia.

 Um novo padrão de segurança

O assistente de vento lateral (Crosswind Assist) é ativado a partir de 80 km/h, por meio de sensores do Programa Eletrônico de Estabilidade. Como a Sprinter tem uma grande área lateral, ventos mais fortes representam um risco para acidentes. O sistema está presente nas configurações de rodado simples. As de rodado duplo têm pouca interferência de ventos laterais. Ainda integram o pacote de segurança: Airbag para o motorista, freios ABS e controle de estabilidade.

São 60 configurações disponíveis entre vans, furgões e chassis com cabine
São 60 configurações disponíveis entre vans, furgões e chassis com cabine

Luz diurna e novo farol de neblina direcional

A luz diurna é útil e prática. Basta ligar o motor que já acende e evita esquecimento e risco de multa. Mas não é de led e sim de lâmpadas comuns. Mais moderno, o led seria mais adequado em um veículo que parte de R$ 102 mil. Outro recurso de destaque são os faróis de neblina com assistente direcional. De forma automática, eles são acionados unilateralmente, direcionando a luminosidade em curvas. O resultado é mais iluminação no campo próximo ao veículo. Dessa forma, as luzes de neblina atuam também como assistente direcional para o motorista.

Só caixa mecânica

A ausência do led pode ser pouco percebida, mas não a falta de uma caixa automatizada. A Sprinter 2017 só traz câmbio mecânico de seis velocidades, que trabalha bem com o motor 2.2 de quatro cilindros turbodiesel. Foi o que constatou a reportagem do Pé na Estrada ao dirigir um modelo no lançamento para a imprensa especializada.

A linha 2017 é considerada um aperfeiçoamento da segunda geração da família Sprinter lançada em 2012. São 60 configurações disponíveis entre vans, furgões e chassis com cabine, que chegam este mês aos concessionários.

Abertura de 270 graus da porta traseira e a versão com portas corrediças nas duas laterais flexibilizam as operações
Abertura de 270 graus da porta traseira e a versão com portas corrediças laterais facilitam operações

Principais novidades e destaques da nova linha Sprinter

  • Crosswind Assist – Assistente de Vento Lateral
  • Faróis de neblina com assistente direcional integrado
  • Luzes de circulação diurna
  • Novos bancos, maiores e mais macios, estão disponíveis nas vans Sprinter com 15, 17 e 20 assentos reclináveis para passageiros
  • Novo design na dianteira para grade frontal, faróis, capô do motor, para-choque, para-lama e faróis de neblina integrados ao para-choque
  • Novo design traseiro para o nome Sprinter e o modelo do veículo e esquema das luzes traseiras

Diferenciais da linha Sprinter

  • Programa Eletrônico de Estabilidade ESP Adaptativo 9i® da Mercedes-Benz, com integração dos sistemas ABS, ASR, BAS e EBD
  • Freios a disco em todas as rodas e discos frontais autoventilados
  • Airbag para motorista (série) e acompanhantes da primeira fileira de bancos (série ou opcional, conforme o modelo)
  • Ar condicionado (série ou opcional, conforme o modelo)
  • Volante ajustável em altura e profundidade
  • Rádio CD/MP3 com conexão Bluetooth, SD Card e AUX-In
  • Fechamento central das portas por controle remoto
  • Vidros, travas e retrovisores elétricos
  • Faróis de neblina com assistente direcional
  • 4 versões de vans de passageiros: 9+1 / 15+1 / 17+1 e 20+1
  • Bancos premium exclusivos na van 9+1
  • Piso naval com ancoragem e revestimento lateral para o furgão
  • Portas com abertura de 270º para os furgões

Nova linha Sprinter

 

Modelo Motor

 

PBT

(kg)

Entreeixos

(mm)

Chassi 313 CDI

Street

OM 651 LA

129 cv @ 3.800 rpm

31,1 kgf.m @ 1.200–2.400 rpm

3.500 3.665 / 4.325
Chassi 415 CDI

 

OM 651 LA

146 cv @ 3.800 rpm

33,6 kgf.m @ 1.200-2.400 rpm

3.880 3.665
Chassi 515 CDI

 

OM 651 LA

146 cv @ 3.800 rpm

33,6 kgf.m @ 1.200-2.400 rpm

5.000 3.665 / 4.325
Furgão 313 CDI Street OM 651 LA

129 cv @ 3.800 rpm

31,1 kgf.m @ 1.200-2.400 rpm

3.500 3.250 / 3.665 /

4.325

Furgão 415 CDI

 

OM 651 LA

146 cv @ 3.800 rpm

33,6 kgf.m @ 1.200-2.400 rpm

3.880 3.250 / 3.665 /

4.325

Furgão 515 CDI

 

OM 651 LA

146 cv @ 3.800 rpm

33,6 kgf.m @ 1.200-2.400 rpm

5.000 4.325, com opção de balanço traseiro prolongado

 

Por Jaime Alves, com informações técnicas da Mercedes-Benz

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here