Por que as montadoras não usam mais rodas raiadas?

rodas_raiadas

Imagem: Sodinha

Há algumas décadas atrás, os caminhões tinham características diferentes dos caminhões modernos que rodam hoje em dia. Uma delas, que foi lembrada pelo parceiro “Jão”, é em relação as rodas raiadas. Ele enviou sua dúvida pelo canal Trucão no Trecho, no Youtube.

Trucão, por que os caminhões como Scania e Volvo não usam rodas raiadas?

Parceiro, a resposta é simples: devido ao peso. Esse tipo de roda é mais pesada e por isso atualmente foram descartadas pelas montadoras. Essas mudanças aconteceram no Brasil a partir dos anos 90.

Confira: 5 modificações ilegais para caminhões

Na época, profissionais achavam que rodas raiadas apresentavam muitos problemas durante o uso e que a manutenção de rodas de disco era mais fácil e rápida.

Antigos profissionais do dia a dia do setor de transportes diziam que esse tipo de roda apresentava rupturas na junção do meio, o que dificultava a manutenção e representava uma preocupação a mais relação à segurança.

No entanto, era considerada uma solução interessante para o resfriamento dos conjuntos. Também suportavam grande peso.

 

Anos dourados

As rodas raiadas eram muito comuns nas estradas e também nas áreas urbanas brasileiras até o início da década de 90. Muitos ônibus rodoviários vinham com rodas raiadas, não só pela estética, mas porque esse tipo de roda era produzido facilmente.

rodas_raiadas_onibus_volvo

Volvo B58 da CMTC, de São Paulo, carroceria Caio Amélia | Imagem: Acervo SP Trans/Adamo Bazani

As rodas raiadas marcaram história nos modelos da Scania, principalmente até o final dos anos de 1980, com os K 112, e da Volvo, em especial, até o fim dos anos de 1980 também, com o B58.

Antes de deixarem de ser usadas, elas eram uma das soluções mais viáveis e econômicas para indústria brasileira até então. Porém, o modelo já havia sido abolido parcialmente na Europa a partir dos anos de 1970. Esse também foi um fator para que as montadoras parassem de fabricá-la por aqui. As informações são do Diário do Transporte.

Ouça o podcast: Dá para carregar com um caminhão antigo?

E você, também tem alguma dúvida sobre o trecho? Fique ligado e acompanhe nossas transmissões ao vivo pela fanpage do Pé na Estrada no Facebook, todas as terças-feiras às 12h00 e as sextas-feiras na página de Pedro Trucão e na Web Estrada, também às 12h00.

 

Por Pietra Alcântara

1